A Million Little Things | Primeiras Impressões

Estreou na última semana a nova promessa da ABC para o lado dramático. Seguindo a onda criada por This is Us, A Million Little Things acaba se tornando meio que impossível de ser comparada, devido ao peso de seu drama, mas sem os flashbacks (ainda), da série da NBC. Criada por D.J. Nash, a série mostra os dramas de 4 amigos e como a vida de todos acabam sendo afetadas após um deles cometer suicídio.

A série fica em cima dessa proposta, mostrando o quanto cada um realmente conhece um do outro, ou melhor, o quando cada um fala sobre coisas profundas. Homens, me incluindo, lógico, tende a sr mais reservado quando é para falar sobre sentimentos, criando uma barreira que nem amigos muito próximos as vezes conseguem romper, e é essa a discussão que a série traz.

O suicídio de Jon afeta à todos, que precisam avaliar seus sentimentos e ainda expõe feridas e complicações de cada um. Jon andava triste, mas não falava com ninguém, mas era o elo desses quatro amigos, e agora ele se foi.

Rome estava prestes a cometer suicídio quando soube da morte de Jon, assim como Eddie estava prestes a abandonar a esposa para ficar com sua amante, e Gary sobreviveu a um câncer de mama masculino, mas não se abrir direito nem no grupo de apoio. A morte de Jon faz todos repensarem suas vidas e traz novas vidas à tona.

A exposição do casamento falido de Eddie, seu vício com bebida, o carinho pelo filho, mas é a surpreendente revelação de quem é sua amante que nos deixa fora do eixo. Adorei ver Grace Park na série, amava a atriz em Hawaii 5-0, mas ainda precisam evoluir o drama dela e do marido.

Gary conhecendo Maggie e a forma como eles já se conectam foi bem bacana e espero ver mais da relação dos dois além do grupo de apoio.

Já Jon não tem muitas perspectivas, não entram em sua tristeza, mas já foi bem bacana vê-lo desabar e desabafar com os amigos sobre a vontade de tirar a própria vida. É importante discutir isso e nos mostrar que até os mais fortes podem vir a cair. Regina, sua esposa, ganhou um restaurante de Jon após sua morte, mas quero ver é como ela lidará com o marido cheio de problemas.

Jon deixou para trás seus dois filhos, Sophie e Danny, e sua esposa Delilah, e é onde há o maior fator complicação por ela mentir para ele. Não sabemos o tamanho de tudo o que pode ter acontecido para Jon se matar, mas há muito a ser explorado, principalmente com sua assistente escondendo um envelope que ele deixou…

A Million Little Thins é um drama leve, com humor na medida certa, mas que tem a seu favor um elenco que já se mostra bem entrosado. Participam da série David Giuntoli, Romany Malco, Allison Miller, Christina Moses, Grace Park, James Roday e Stéphanie Szostak. Espero que a trama evolua bem nos próximos episódios, pois de primeira ela é deliciosa e despretensiosa, mas nos mostra um caminho dramático pré-definido, algo meio que similar com a comparação que fiz com This is Us.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.