4 filmes de terror chegam aos serviços de streaming antecipando a sexta-feira 13

Para os fãs de terror, 4 filmes do gênero estreiam nas plataformas digitais hoje (11/07), como forma de celebração antecipada da sexta-feira 13.

O Grito: O Início do Fim, de Toby Wilkins, conta a história de uma professora que, preocupada com um aluno que tem faltado às aulas, decide visitá-lo. Ao chegar, revive uma tragédia ocorrida há dez anos que deixou todos abalados. É dentro de uma caixa, escondida em um armário, que encontrará a verdade que ocultaram. Adaptado da versão de sucesso japonesa, a versão americana agradou tanto o público que já está no terceiro. Os filmes não são sequência e podem ser vistos separadamente.

Já no filme indonésio Os Escravos de Satanás, de Joko Anwar, a morte prematura de uma matriarca desencadeia uma série de eventos sobrenaturais, culminando em uma noite de horror caótico, onde segredos serão revelados, e quatro irmãos terão que defender-se de um espírito maligno que os persegue.

Perigo na Escuridão, de Julien Maury, mostra que é sempre arriscado subestimar a fúria de uma mãe. Sozinha e grávida, Sarah (Alysson Paradis) encara uma mulher misteriosa que fará o impossível para roubar o bebê de seu ventre. Presa e desorientada, mal conseguindo ouvir o mal que a persegue, Sarah precisa sobreviver a esta noite.

E para quem curte rock, a sexta-feira, 13, também é dia de celebrar o Dia do Rock e, por isso, as plataformas lançarão Planta Mãe, de Diamond Santoro. O filme traz a história de um famoso cantor argentino, que chega a Iquitos, no Peru, em busca do xamã que seu irmão planejava visitar antes de morrer. É o começo de uma viagem pela selva amazônica, rumo a uma cerimônia que o fará confrontar os fantasmas do passado.

Os filmes estarão disponíveis no iTunesNow, Google Play / YoutubeVivo Play, com preços a partir de R$ 7,90 para aluguel e R$ 14,90 para venda.

Dan Artimos

Sou formado em Sistemas de Informações, e amante de televisão. Trabalho, leio bastante, estudo, vou a cinemas, parques e corro (ultrapassada a meta pessoal dos 21km), e ainda assim vejo séries e escrevo sobre elas. Sim, nem eu sei como consigo fazer a organização de minha agenda no meio de tantas nerdices.